Por Favor aguarde...
 
   Lembrar dados
 
   Esqueci-me da password
 
 
 

Que tipo de cerimónia pretende?

Ver Resultados

Casamento e o Dinheiro: 5 Dicas para um bom entendimento

Casamento e o Dinheiro: 5 Dicas para um bom entendimento

As discórdias relacionadas com dinheiro afectam muitas vezes as relações ao ponto de as romper.

Por isso, antes mesmo de casar, os noivos deverão estabelecer regras e estratégias sobre o modo como vão gerir o dinheiro e como o vão dividir, caso o casamento chegue ao fim.


A pensar nisso, escolhemos aqui alguns conselhos que deve seguir se vai casar:

1. Antes do casamento faça um acordo pré-nupcial

É uma excelente ferramenta legal para proteger as finanças do casal, no entanto é pouco utilizada, pela desconfiança que gera antes do casamento.

Num processo de divórcio, um acordo pré nupcial protege ambos e garante o património de cada um dos elementos. Não tema, seja aberto com o/a seu/sua parceiro/a e falem sobre a melhor opção.

Convém também estipular o tipo de regime matrimonial que pretendem adoptar.

- Um acordo pré nupcial deve estabelecer regras em relação a:

    •     Bens e dívidas antes do casamento;
    •     Planos de heranças e de património;
    •     Divisão de bens no caso de um eventual divórcio;
    •     Poderá incluir uma data de revisão do documento, para corrigir ou actualizar no caso de ocorrerem mudanças (por exemplo, o nascimento de filhos).



2. Defina o que é de quem (o «meu», o «teu» e o «nosso»)
A casa, por exemplo, deve estar em nome de ambos; mas outros bens, como o carro, poderão ser propriedade de um dos cônjuges, mesmo quando usado pelos dois.
Um acordo pré-nupcial pode ainda proteger bens adquiridos após o casamento, como por exemplo, uma herança.


3. Planear o Futuro

Planeia o vosso futuro. Aconselha-se que façam, se possível, um seguro de vida e um plano poupança-reforma para cada um.


4. Não mais do que €...
Definam em conjunto os limites e as prioridades no que respeita ao dinheiro a gastar.

Estabeleçam os diferentes limites no que diz respeito às compras e outras despesas, como a casa e outros, sempre de acordo com o rendimento familiar.

Desta forma poderão analisar em que itens devem ser feitos maiores gastos e no que devem ser mais comedidos.


5. Amigos, amigos, negócios à parte
Cada cônjuge deverá ter a sua conta.

Cada um deverá ter o seu próprio cartão multibanco e uma conta só sua, que pode utilizar, por exemplo, para fazer pequenas extravagâncias (ou, porque não, uma surpresa ao parceiro).


  • Dicas para Tirar o Melhor Partido da sua Relação

    As orientações apresentadas neste artigo funcionarão melhor se ambos os parceiros as seguirem, no entanto, uma mudança nas atitudes de um dos parceiros pode encorajar também mudanças no outro. As relações mostram o nosso melhor e o nosso pior. Aqui estão algumas maneiras de tirar o melhor partido da sua relação.

  • Divórcio: Quando «nós» passa a ser Eu e Tu

    Podemos encarar o divórcio como um ruptura dolorosa, ou apenas como uma separação quase desejada. Só em 2002 houve um aumento da divorcialidade na ordem dos 46%, sendo que em cada 100 casamentos, 49 resultaram em divórcio.

  • Irá o amor durar? A forma algébrica

    No dia 7 de Agosto de 2003, foi apresentado pela primeira vez, numa conferência internacional, e publicado pela London Telegraph a 8 de Agosto de 2003, a sugestão de que o segredo de um casamento feliz pode ser encontrado em duas complexas linhas de álgebra.

  • Uma troca - Swinging

    Podemos verificar que, um pouco por todo o lado, o casamento perdeu popularidade, aumentaram os divórcios e os celibatos. O número de filhos diminuiu, o nascimento destes acontece fora do casamento de “papel passado” e, estas mudanças saltam aos nossos olhos por onde quer que passemos.

  • O que nos prende...

    Quando me pediram para escrever sobre o casamento fiquei um pouco assustada, ou não fosse eu ainda solteira... mas depois lembrei-me que, em regra, o casamento remete ao simbolismo de “laço amoroso”, e perdoem-me aqueles que discordam, mas lembrei-me  de uma raposa... quem não se lembra da raposa de “O Principezinho” de Saint-Exupéry?

  • Ciúme: Como lidar com o Problema?

    Segundo a revista Psychology Today , cada pessoa cria e desenvolve uma imagem da pessoa com quem se quer estar. Quando uma pessoa viola esta imagem e faz com que o outro parceiro se sinta triste, sozinho, insultado ou usado, o resultado é


 
Votar
 

 
comments powered by Disqus