Por Favor aguarde...
 
   Lembrar dados
 
   Esqueci-me da password
 
 
 

Que tipo de cerimónia pretende?

Ver Resultados

11 Dicas para um casamento amigo do ambiente!

11 Dicas para um casamento amigo do ambiente!

É defensor/a (acerrado/a) das questões ambientais e casar faz parte dos seus planos de vida?

Existem cada vez mais casais que aderem aos casamentos ecológicos.


Trata-se de juntar o útil ao agradável: organizar uma festa divertida para comemorar um dos dias mais felizes da sua vida e também ajudar o ambiente.


Aqui pode encontrar um conjunto de dicas ou sugestões, desde os convites à festa, passando pelo vestuário e decoração:

Alianças:

  • Para se produzir uma aliança são precisos mais de 20 toneladas de resíduos. Prefira joías antigas ou comprar ouro reciclado.


Convites:

  • Em vez de optar pelos convites de papel, faça um projecto em powerpoint ou outro software e envie por e-mail ou mms. Pode até criar uma página na web com as informações e actualizá-lo durante o processo de organização do casamento.
  • Se quiser convites de papel, já sabe, opte pelo reciclado.

Vestuário:

  • Quanto ao vestuário, o casal pode re-utilizar a a roupa dos pais.
  • - O noivo poderá vestir um fato de fibras naturais (algodão, linho e seda), pois têm menor impacto ambiental, relativo aos materiais sintéticos.
  • - A noiva poderá vestir o vestido da mãe ou da avó. Além delas gostarem da surpresa e homenagem, lembre-se: o vintage está na moda!


Penteado:

  • Quando for a hora de fazer o penteado, a noiva deve evitar penteados que exijam o uso do secador e da laca, que contém químicos como CFCs (clorofluorcarbonetos), altamente prejudicial ao meio ambiente.


Transporte:

  • Relativamente ao transporte, incentive as boleias entre os convidados. Se eles se conhecem, vivem relativamente perto uns dos outros, tem as suas vantagens. Ou então pode optar por alugar uma carrinha ou autocarro. Assim, podem beber à vontade uma vez que não vão conduzir.
  • Entre a igreja e o local onde se vai realizar o copo de água, os noivos podem ir de charrete, ou bicicleta, ou até mesmo a pé.


Copo-de-água:

  • O melhor mesmo é fazer o copo de água num restaurante relativamente perto da igreja, ou conservatória do registo civil, para que não hajam grandes deslocações, o que significa menos carros na estrada e, consequentemente, menos emissões de CO2.
  • Existem eco-resorts, com instalações amigas do ambiente como painéis solares. Fica a sugestão.


  • Quanto ao espaçodo copo-de-água, arranje um espaço aberto onde se possa aproveitar da iluminação natural, assim não precisa de gastar electricidade desnecessária.


Alimentação:

  • Relativamente à alimentação, escolha produtos da região e da época. Pode incluir no menu uma refeição vegetariana. Não se esqueça dos alimento biológicos. Quanto às bebidas, certifique-se que os copos têm uma etiqueta com o nome do convidado para que se beba sempre do mesmo copo. Lavar mais copos implica gastar mais água.


Música:

  • Contrate um DJ.Contratar uma banda exige gastar mais electricidade e combustível para transportar as pessoas e os equipamentos.


Lembranças:

  • Se pretende oferecer alguma coisa aos convidados, seja original:
  • Ofereça produtos da região, de materiais reciclados (e recicláveis), plantas, por exemplo, ou pode ainda comprar Certificados de Compensação de Carbono para lhes oferecer.


Fotografias:

  • Para recordar este dia, com as fotografias, opte por criar uma página online, em vez da típica exposição no local, para que cada convidado imprima apenas as fotos que desejam.


Lua de Mel:

  •  Faça uma viagem económica. Escolha um destino próximo.
  • Se optar pelas cidades, ou destinos exóticos, pode comprar um certificado que compensação de emissões, como algumas companhias  aéreas vendem.
    De qualquer forma, durante a lua-de-mel tenha práticas ambientalistas: deslocação através de transportes públicos, poupança de água, reciclagem, entre outros.



Segundo uma sondagem do Centro para o Direito Ambiental e Desenvolvimento Sustentado, um casamento com 100 convidados emite 845kg de CO2 (dióxido de carbono), incluindo uma deslocação automóvel de 10km (média), electricidade e resíduos gerados.

Para compensar estes gastos, seriam precisos ser plantados 4 pinheiros e esperar 10 anos pelo seu desenvolvimento.

Fica a sugestão!




 
Votar
 

 
comments powered by Disqus